Palmarosa - Óleo Essencial

2.88€

  • Preço sem Taxas: 2.34€
  • Modelo: palmr
  • Disponibilidade: 20

Cymbopogon Martinii

Palmarosa é uma planta herbácea alta, com hastes longas, folhas aromáticas e topos floridos. É nativa do Paquistão e Índia, mas também é cultivada na Indonésia, Brasil, Ilhas Comores, na África e em Madagascar.

O óleo essencial de Palmarosa é extraído por destilação a vapor da planta Cymbopogon Martinii  Stapf. var. Motia, da família Gramineae, selvagem ou cultivada e parcialmente seca, colhida antes de florir.

Este óleo essencial tem vindo a ser cada vez mais usado em aromaterapia e produtos cosméticos, pois não só tem excelentes propriedades para os cuidados da pele, sendo também usado para aliviar os músculos rígidos e doridos, como também ajuda acalmar a mente, é edificante, revigorante e clarifica as ideias.

Características do óleo: O óleo de Palmarosa tem um aroma floral doce, com uma pitada de aroma a rosas e é de cor amarelo pálido com uma viscosidade aquosa. Nota aromática: Média.
 
Precauções: O óleo essencial de Palmarosa não tem contra-indicações conhecidas. É considerado um óleo essencial não-tóxico, não irritante e não sensibilizante. No entanto, como todos os outros óleos essenciais, não deve ser ingerido, não deve ser aplicado puro na pele e não deve ser usado em crianças ou grávidas sem aconselhamento especializado!
 
Propriedades terapêuticas: É anti-séptico, antiviral, bactericida, citofilático (substância que vivifica a célula, tonificando-a e estimulado as suas funções biogenéticas - i.e., estimula a formação de células cutâneas)digestivo, antipirético e hidratante.
 
Usos: O óleo de Palmarosa acalma a mente, tendo em simultâneo um efeito estimulante, ajudando a clarificar as ideias.
É usado para combater a exaustão física e nervosa, problemas relacionados com o stress e nervosismo.
 
É bastante útil durante a convalescença e ajuda a arrefecer o corpo em caso de febre.
Auxilia o sistema digestivo, ajudando a limpar a infecção intestinal, a atonia digestiva e a anorexia nervosa. É eficaz no alívio de dores e rigidez musculares.
 
O óleo de Palmarosa hidrata a pele, ao equilibrar os níveis de hidratação e estimular a regeneração celular.
Equilibra produção sebácea, ajudando a manter a pele macia e elástica e é uma importante mais-valia quando usado para tratar acne, dermatite, prevenir cicatrizes, rejuvenescer e regenerar a pele, bem como para combater as infecções menores da pele, pés doridos e cansados e o pé-de-atleta.
 
Formas de utilização/benefícios:
 
Sabão:
Obtenha um suave aroma a rosas no seu sabão por um preço muito mais acessível, usando o óleo essencial de Palmarosa puro ou combinado com outros (ver combinações).
Uma mistura de Palmarosa com Gerânio Rosa e Patchouli, por exemplo, irão dar um aroma bastante feminino e duradouro ao seu sabão!
Nota: O óleo de Palmarosa, à semelhança de outros, pode acelerar o traço (em CP), pelo que é aconselhável mexer a massa manualmente após a sua adição para evitar "surpresas"!
 
- Queimadores e vaporizadores:
Na terapia de vapor, o óleo de palmarosa pode ajudar durante a convalescença. Alivia a fadiga, nervosismo, cansaço e stress, tendo ao mesmo tempo um efeito estimulante sobre a mente, ajudando a clarificar as ideias. 
 
Misturado com óleo de massagem ou no banho:
Pode ser usado em doentes convalescentes para combater o cansaço, fadiga, nervosismo, stress, reforçar o sistema digestivo, melhorando ao mesmo tempo a saúde da pele.
 
- Loções e cremes: 
O óleo de Palmarosa pode ajudar a eliminar infecções e evitar cicatrizes, quando adicionado à água usada para lavar as feridas menores.

Quando incluído em cremes e loções, tem um efeito humectante e hidratante na pele, o que é excelente para combater rugas.
Equilibra a secreção sebácea natural que mantém a pele macia e elástica.
Ao nível celular, auxilia a formação de novo tecido e, por essa razão, é excelente para rejuvenescer e regenerar a pele.

É muito útil quando usado em peles sêcas e para resolver infecções cutâneas.

Há quem defenda o seu uso puro no tratamento do pé-de-atleta - mas por favor tenha em atenção que nós não defendemos o uso de óleos essenciais puros na pele. Consideramos que é sempre preferível diluir o óleo essencial num óleo veículo "neutro" ou indicado para o problema em questão, como é o caso do Óleo de Neem!
 
Óleo de Palmarosa combina bem com: alecrim, bergamota, cananga, cedro, cipreste, gerânio, lima (e todos os aromas cítricos) , sálvia, cravinho, frankincense (olíbano), ylang-ylang e zimbro, entre muitos outros...

Composição química:
75-85% Geraniol UN-GHS: ATO 5(4200); SCI 2; EDI 1; SS 1; EH A2
10% Geranyl acetate UN-GHS: SCI 3; EH A2,C2
3% Linalool UN-GHS: ATO 5(3000), EDI 2A, EH A3, SCI 2
1.4% beta-Caryophyllene UN-GHS: SCI 3
1% Citral UN-GHS: ATO 5(4950); ATD 5(2250); SCI 2; SS 1; EH A2
1% Limonene UN-GHS: SCI 2; SS 1; EH A1,C1
1% Farnesol UN-GHS: SCI 2; EDI 2A, SS 1
 
Certificado de Análise 
 
Descrição:  Óleo Essencial Palmarosa

Nome INCI:   Cymbopogon Martinii

MSDS e CA (em inglês) fornecidos a pedido.

Inserir Comentário

Inserir Comentário

Obs: HTML não é suportado!
    Fraco           Bom
Captcha